Conecte-se conosco




polêmica

Ex-pastor da Bahia, dá bebida alcoólica para enteada e comete estupro

Publicado

em

Pastor dea bebida alcóolica a enteada e a estupra

Mais um ex-pastor se vê envolto a mais uma grande polêmica e desta vez aconteceu no estado da Bahia, na cidade de Vitória da Conquista. De acordo com autoridades policiais, o religioso teria oferecido bebida alcoólica à sua enteada. Ao perceber que a jovem estava embriagada, ele a teria cometido o estupro.

Não é a primeira vez que o ex-pastor Edimar da Silva Brito, se envolve com problemas policiais. Porém, desta vez ele parece ter ido um pouco além de estuprar sua enteada, enquanto ela estaria supostamente bêbada. O religioso teria oferecido bebida alcoólica à jovem de 21 anos e cometido o suposto crime logo depois.

O religioso foi indiciado por um duplo homicídio em 2016, por ter matado uma pastora evangélica e sua sobrinha. A motivação do crime anterior foi por vingança, pois a religiosa havia deixado sua igreja e fundado outra. Isso, fez com que Edimar perdesse vários fiéis e quisesse se vingar.

Apesar de ter sido julgado e condenado pelo duplo homicídio em 2016, ele conseguiu um alvará de soltura em 2018. E até o presente momento, não há data definida para um novo julgamento. Mas, o religioso não cometeu o crime de 2016, sozinho. Ele contou com a ajuda de outros dois cúmplices, um deles trabalhava de segurança de maneira ilegal.

As acusações que pesam sobre ele, são da mesma região, ele matou as duas religiosas, uma pastora e sua sobrinha, também na cidade de Vitória da Conquista. A jovem que era sobrinha, da religiosa, sua rival, era de São Paulo e estava na Bahia, em Janeiro de 2016, por conta de um casamento.

O pastor agora terá de responder além do suposto estupro, também, pelo duplo homicídio. Sem colocar em questão, o agravante da impossibilidade de defesa da vítima; que é sua enteada; e, que se deu com a ingestão de bebida alcoólica. 



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *